O Ambiente Ideal  
  Por: Aroldo Borges  
 





Características

Répteis da ordem dos Quelônios, da família dos testudinideos. São animais que
possuem casco convexo - carapaça bem arqueadas - e pernas grossas. A carapaça é uma estrutura óssea formada pelas vértebras do tórax e pelas costelas. Funciona como uma caixa protetora na qual o animal se recolhe quando molestado. É revestido por escudos (placas) córneas. Os jabutis podem chegar aos 70 cm de comprimento aos 80 anos -
aproximadamente o seu tempo de vida, mas também podem atingir o 100 anos.
O jabuti-piranga (geochelone carbonaria) é de colorido mais vivo que o jabuti-tinga
(geochelone denticulata). O primeiro possui duas variedades: os que habitam a caatinga nordestina possuem cabeça vermelha e escamas vermelhas nas patas, enquanto a outra tem cabeça amarela e escamas vermelhas nas patas. O peso do G. carbonaria -cabeça e patas vermelhas- pode chegar em torno de 18 Kg, enquanto a outra (cabeça amarela) pode
chegar aos 40 kg. Há uma semelhança muito grande de carbonaria cabeça amarela
com a G. denticulata, a diferença é que a denticulata tem cabeça e patas amarelas, nariz preto
e coloração mais clara.

Predadores

Na natureza, os que mais perseguem os jabutis são: raposa, teiús, cachorro,
sarigue e ratos. Em cativeiro, a creche tem que ser protegida com tela para
não entrar ratos, cachorros, entre outros animais.

Obs:Na hipótese de não chover na época da eclosão é importante fazer irrigação
para molhar a camada superficial do solo, em torno de 10 cm de profundidade,
para facilitar a saída dos filhotes. No Criadouro Santa Rita em 1996 (ano de pouca
chuva) foi feito a primeira irrigação e em 2 horas eclodiram 1.036 filhotes, (motivo do proprietário ser chamado pelo Cel. Jomar de "o homem do jabuti irrigado").


Habitat e Localização Geográfica:

jabuti-piranga (Geochelone carbonaria)pode ser encontrado pelo
Nordeste, Centro-oeste, Sudeste e Sul do Brasil. E o jabuti-tinga
(Geochelone denticulata)
, menos comum, pois só existe na região amazônica
(florestas densas).


Classificação:

FILO: Chordata
CLASSE: Reptilia
ORDEM: Chelonoidis
SUBORDEM:Cryptodira
FAMILIA: Testudinidae
GÊNERO:Geochelone
NOME CIENTÍFICO: Geochelone carbonaria
NOME EM INGLES: Red-footed Tortoise
NOME COMUM: Jabuti-piranga
Geochelone carbonaria


Classificação:

FILO: Chordata
CLASSE: Reptilia
ORDEM: Chelonoidis
SUBORDEM:Cryptodira
FAMILIA: Testudinidae
GÊNERO: Geochelone
NOME CIENTIFICO: Geochelone denticulata
NOME EM INGLES: Yellow-Footed Tortoise
NOME COMUM: Jabuti-tinga
Geochelone denticulata


Reprodução

Os jabutis só estão aptos a reproduzir a partir dos seis anos de idade. Eles reproduzem com facilidade e o acasalamento ocorre na primavera quando o macho sobe na fêmea (a concavidade de seu plastrão ajuda no equilíbrio) e ele introduz seu pênis (que fica guardado em sua cauda) na cloaca dela.


Os machos nesse período, ao caminhar encaixados sobre as fêmeas, tendem a pôr o pênis em contato com o solo, que se for abrasivo pode resultar em graves feridas. Durante este processo o macho normalmente vocaliza, emitindo sons característicos.
A desova geralmente começa de Abril a Junho (varia de lugar) e nesse período os machos devem ficar em outro local para não perturbar as fêmeas. No ato da postura. Quando os jabutis estão cavando o buraco e encontram dificuldade causada pela terra dura, urinam com intermitência para molhar e facilitar a cavação; o odor da urina atrai o macho e esse monta tentando cruzar, motivo de sua retirada antecipada. O local não deve ser alagado; a terra úmida e muito sombreada causa podridão dos ovos (falta temperatura).


A topografia deve ser plana e a terra frouxa (arenosa) para facilitar a cavação. No
momento da postura procuram camuflar o ninho, ou seja, fazem ninhos embaixo de plantas, folhas, capim, etc. Passado o período da postura o local onde foi posto os ovos deve
permanecer sem animais para não compactar o chão (piso). O pisoteio forma uma camada
dura dificultando a saída dos filhotes. O jabuti-piranga (geochelone carbonaria) da cabeça vermelha e patas vermelhas põe de 2 a 5 ovos, enquanto o cabeça amarela põe de 10 a
15 ovos por vez, igualmente ao jabuti-tinga ( geochelone denticulata). Nesta época deve
haver muita atenção do assistente (empregado) para apanhar os ovos que ficam fora dos buracos e enterrá-los em local apropriado sempre na posição correta. Geralmente o
buraco que as fêmeas cavam não cabe mais que 10 ovos. Os ovos devem ficar cobertos
com 5 cm de terra (arenosa) e nunca deixar o ninho totalmente exposto aos raios solares.



voltar | página inicial


  Desenvolvido por TOMWEB Internet & Multimídia